sábado, 3 de setembro de 2011

Música Rio de Janeiro: Pagode Jazz Sardinha's Club

Por Adriana Sanglard

O grupo carioca Pagode Jazz Sardinha's Club faz na sexta-feira 16 de setembro, na Sala Baden Powell, no Rio, o show de lançamento do seu novo CD, Cidade Mestiça (Biscoito Fino), como parte da turnê nacional que inclui ainda as cidades de Curitiba, Porto Alegre, Brasília, Belo Horizonte e Olinda (MIMO), entre outras.

A banda instrumental mais inusitada do Rio de Janeiro avisa: o negócio é misturar! Formado em 1997, o PJSC mantém sua formação inicial praticamente intocada e segue sem desvios seu rumo de integrar diversos gêneros musicais sob o guarda-chuva dos arranjos de qualidade. Assim, samba, jazz, choro, bossa-nova, até o funk dão o ar de sua graça em um clima descontraído, onde o apuro das interpretações não veste o uniforme do formalismo.

A escalação segue à risca o manual do “futebol se joga é para ganhar”: Rodrigo Lessa (bandolim e bandarra), Roberto Marques (trombone), Bernardo Bosisio (violão e guitarra), Xande Figueiredo (bateria), Marcos Esguleba (percussão), Eduardo Neves (saxofone e flauta) e Edson Menezes (baixo). E o que mantém o grupo unido nestes 14 anos é a paixão pela música, pela linguagem que o grupo criou.

O Sardinha´s começou a montar o repertório de Cidade Mestiça, em shows no Brasil e no exterior, a partir de seu set list, mas o foco era – como sempre foi – exaltar a mestiçagem como valor maior da cultura brasileira. A partir daí, com muito humor, a individualidade e o valor de cada músico se integram de maneira completa.

Como não podia deixar de ser em terra de tantas belezas naturais, o PJSC escolheu as mulheres para saudar a mistureba étnica que faz a delícia dos olhos para todo mundo em cinco faixas. “Índia” (J.A.Flores/M.O.Guerreiros)/”Branca” (Zequinha de Abreu/Duque Abramonte); “Morena do Mar” (Dorival Caymmi); “Olha a Pretinha” (Eduardo Neves/Rodrigo Lessa); “Lola Crioula” (Geraldo Babão/Roberto Mendes) e “Criola” (Rodrigo Lessa/Eduardo Neves) saúdam o panteão feminino brasileiro e pedem passagem para mais oito faixas.

Sob a égide de Paulo Moura, a quem o disco é dedicado, o grupo relembra com saudade que foi o maestro e saxofonista quem rompeu os limites de uma música instrumental que estava muito segmentada – foi ele quem tirou a gravata do choro, construindo uma ponte entre linguagens que pouco se comunicavam.

“À Queima Roupa” (Eduardo Neves/Rodrigo Lessa), “Praia do Pinto” (Eduardo Neves/Rodrigo Lessa/Luis Louchard), “El Suinguer” (Rodrigo Lessa), “Salsixe” (Roberto Marques/Rodrigo Lessa) e “Pedra Verde” (Roberto Marques) formam uma sequência precisa e bem articulada que dão oportunidade a todos os músicos de mostrarem as suas qualidades que os fazem serem requisitados para tocar com os mais importantes músicos da nossa música popular. “Na Glória” (Ary Santos/Raul de Barros), “Machucando o Jiló (Geraldo Babão) e “Baixo Ventre” (Eduardo Neves/Rodrigo Lessa) completam a grande farra musical. A faixa "Mastigando o Jiló" é o verdadeiro manual da mestiçagem, como bem explicita sua letra: "O Samba é de fato de legal, porque não tem o tal do preconceito, o preto pode sambar à vontade, e o branco também tem o seu direito...".

Quatorze anos depois da criação do Sardinha’s, e seguindo os passos do mestre Paulo Moura (até mesmo o conceito de “mestiçagem” de Ary Barroso só que decididamente atualizado), o CD Cidade Mestiça garante: é a boa mistura que dá caldo, sabor e tempero à nossa música.

Ficha técnica:

Arranjos: Rodrigo Lessa, Eduardo Neves, Roberto Marques, Bernardo Bosisio e Marcos Esguleba.

Serviço

Pagode Jazz Sardinha's Club - Lançamento do CD “Cidade Mestiça”

Local: Sala Baden Powell – Av. N. S. Copacabana, 360 – Rio de Janeiro

Data: 16 de setembro – sexta feira

Horário: 20h

Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada)

Informações: 21.2548-0421


Nenhum comentário:

Postar um comentário