segunda-feira, 18 de novembro de 2013

MAM da Bahia comemora 50 anos


Texto e foto: Calila das Mercês,
de Salvador


Músicas, performances, leituras de manifestos: a noite de sexta-feira, 8 de novembro, foi marcada por expressão e arte no Casarão do Museu de Arte Moderna da Bahia - MAM-BA, no evento “MAM Movimento”.

Para isso, a leitura de diversos manifestos. O ator Fernando Guerreiro leu o Manifesto Antropofágico de Oswald de Andrade, o ator-transformista Mitta Lux fez a leitura do Manifesto do Rio Negro, de Pierre Restany e Fraz Kracjberg, e Márcio Meirelles resgatou o Manifesto Pau-Brasil, também de Oswald. 

A música se manifestou na noite através de apresentações de componentes da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA). 

E a literatura, como protagonista, veio com o lançamento da primeira edição da revista Contorno. A edição bilingue trouxe um histórico da criação do MAM, dos principais movimentos de vanguarda presentes no espaço e uma entrevista com os artistas Maxim Malhado e Chico LiberatoIdealizadora do MAM-BA, Lina Bo Bardi é tema de artigo da arquiteta Carla Zollinger. O espaço criado por Lina até hoje se configura como um importante locus de formação e culminância artística. Para ela, não havia nenhuma contradição em exibir peças de arte popular em um museu de Arte Moderna, pois a ideia era unir em um mesmo espaço artistas populares e modernos.


A programação do MAM Manifesto continua no mês de novembro:

COZINHA RELACIONAL + LANÇAMENTO DE CARTÕES POSTAIS EM HOMENAGEM A LINA BO BARDI + BOTÃO “REPÚBLICA POPULAR DO MAM”
Encontro com o artista Maxim Malhado, no Casarão do MAM-BA, dia 17/11 (domingo), às 16h.

MAM DISCUTE SISTEMA E CIRCUITO DAS ARTES
Em Cachoeira, com Lígia Nobre e Juraci Dórea, no Auditório do Hansen, dia 21/11(quinta-feira), às 17h.
Em Salvador, com Ligia Nobre e MUSAS (Museu de Street Art de Salvador), no Auditório da Escola da Administração da UFBA, dia 22/11(sexta-feira), às 17h.

MAM DISCUTE BIENAL
Acontece na Sala Walter da Silveira (Biblioteca Pública do Estado da Bahia), dia 29/11 (sexta-feira), às 9h.

ESPETÁCULO CABAÇA

Uma homenagem a Walter Smetak, do Grupo de Dança Contemporânea da Ufba. No Casarão do MAM-BA, dia 29/11 (sexta-feira), às 17h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário