quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Música do Dia: "O Último"





Se vivo fosse (perdoem o clichê...), o cantor Jorge Goulart completaria hoje 88 anos. Nascido Jorge Neves Bastos em 1926, adotou o sobrenome no começo da carreira artística, em 1945. Seu primeiro grande sucesso foi  a marcha carnavalesca "Balzaquiana", da folia de 1950, de autoria de Nássara e Wilson Batista.

A música que vamos ouvir, "O Último", também é de Wilson Batista (que assina o samba com Jorge de Castro) neste curioso vídeo extraído da chanchada Mulheres à Vista, dirigida em 1959 por J.B. Tanko, iugoslavo radicado no Brasil que nos anos 70 seria o responsável por diversos filmes dos Trapalhões.

Qualifico o vídeo como "curioso" porque, embora fosse freqüente na época a inserção nas comédias de números musicais (quase sempre sem ligação alguma com o enredo), notadamente de composições destinada ao carnaval, não lembro de outros exemplos nos quais o cantor tenha, de algum modo, dramatizado o que a letra dizia. Outra raridade é o verbo "embiritar", sinônimo de embriagar e embebedar, que eu nunca havia ouvido antes. Talvez fosse uma gíria de momento, que se perdeu. 

No auge da carreira, nos anos 50-60, colecionou sucessos como "Sereia de Copacabana", "Mundo de Zinco", "Jezebel", "Mané Fogueteiro", "Laura", "A Cabeleira do Zezé" e "Joga a Chave, Meu Amor". Foi o primeiro a gravar o samba de Zé Kéti "A Voz do Morro" e a famosa música de Carlos Lyra e Vinicius de Moraes "Marcha da Quarta-Feira de Cinzas". Destacou-se na época também por ser o único cantor de sucesso que lançava compositores ligados a escolas de samba, como Cartola, Elton Medeiros e o já citado Zé Kéti, Seu último disco foi gravado em 1980, Oh! As Marchinhas, resgate dos clássicos do carnaval carioca, em dupla com Emilinha Borba. Em 1983, devido a um câncer, precisou extrair as cordas vocais (atualmente denominadas pregas vocais), tendo que reaprender a falar através do esôfago, e abandonando a carreira. Faleceu em 17 de março de 2012 no Rio, onde também nascera. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário