segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Poeta do Mês: Walter Poeta

Como informamos ontem, a seção "Poeta da Semana" deixa de existir aqui no blog, sendo substituída pela "Poeta do Mês". Um(a) poeta será destacado mensalmente, tendo um poema publicado a cada domingo. A estréia do novo espaço se dá, excepcionalmente, nesta segunda, e segue normalmente a partir do próximo domingo, 9. (Fabio Gomes)

***


Walter Poeta é pernambucano nascido no Recife, cresceu na cidade de Paulista, onde teve inicio seu contato com a poesia, a música e a política. Hoje, um homem comunista, compositor, músico e poeta, entusiasta da cultura pernambucana e engajado nos movimentos sociais da sua cidade, participante do Coletivo Escambo Cultural atuante na cidade de Paulista. "Todo revolucionário é movido por grandes sentimentos de amor."


ESPERANÇA SERTANEJA

A tarde chega a noite logo escurece
Vou fazer aquela prece para meu santo protetor
Pedindo a ele muita água, muita fartura
Acendo um maço de velas pro meu povo sofredor

A seca é braba, o carcará é traiçoeiro
Pega a sua presa e mata pra poder sobreviver
E a vela queima nos pés do meu santo forte
Na rede velha eu balanço vendo a hora amanhecer

Quando amanhece a vela está apagada
O galo cantando lá fora acorda a fé do meu povo
Calço o chinelo, lavo o rosto, pego a enxada
e quando eu volto pra casa, faço a minha prece de novo.


3 comentários:

  1. É sempre muito emocionante ver a cultura nordestina encontrar espaço e reconhecimento. Parabéns pelo blog, pela iniciativa e viva a Cultura Popular.

    ResponderExcluir
  2. Grande Walter!!! Só faltou falar que é um excelente gaitista.

    ResponderExcluir
  3. PARABÉNS querido Walter!!!!! muito legal ver esse reconhecimento.

    ResponderExcluir