domingo, 30 de março de 2014

Poeta do Mês: Odara Rufino (extra)


Eu Não Mereço Ser Estuprada

sem blusa ou burca
eu não mereço ser estuprada

princesa ou bruxa
eu não mereço ser estuprada

criança ou adulta
eu não mereço ser estuprada

magra ou urca
eu não mereço ser estuprada

brasileira ou turca
eu não mereço ser estuprada

santa ou puta
eu não mereço ser estuprada

com roupa longa ou curta
eu não mereço ser estuprada

delicada ou bruta
eu não mereço ser estuprada

ouvinte ou surda
eu não mereço ser estuprada

falante ou muda
eu não mereço ser estuprada

jovem ou murcha
eu não mereço ser estuprada

grande ou miúda
eu não mereço ser estuprada

branca ou escura
eu não mereço ser estuprada

com ou sem loucura
eu não mereço ser estuprada

em casa ou na labuta
eu não mereço ser estuprada

intelectual ou burra
eu não mereço ser estuprada

limpa ou suja
eu não mereço ser estuprada

humana ou musa
eu não mereço ser estuprada

na reta ou na curva
eu não mereço ser estuprada

pobre ou perua
eu não mereço ser estuprada

vestida ou nua
eu não mereço ser estuprada

no quarto ou na rua
eu não mereço ser estuprada

consciente ou confusa
eu não mereço ser estuprada

dentro ou fora da luta
eu não mereço ser estuprada

nenhuma
mulher merece o machismo exagerado

em suma
ninguém merece ser estuprado

* Publicado por Odara Rufino às 23h30 de hoje no Facebook, 
segundo a qual 65% dos entrevistados responderam que 
"mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas"

Nenhum comentário:

Postar um comentário