sexta-feira, 18 de abril de 2014

Mistura e Manda: Semana Santa

A Semana Santa é dos poucos ciclos festivos do calendário anual que não tem uma trilha sonora específica, como o Carnaval, São João ou Natal. Contam-se nos dedos canções que a abordam, como "O Terço" (Roberto & Erasmo Carlos), que Roberto Carlos gravou no auge de sua fase religiosa, em 1996: "Nos mistérios contemplo o nascer de Jesus/ E a alegria/ Na Paixão por amor preso à cruz/ Sua dor e agonia,/ Sua Ressurreição e aos céus a Ascenção/ No terceiro dia".

Já o dia de Aleluia aparece em "Perplexo" (Bi Ribeiro - João Barone - Herbert Vianna), que Os Paralamas do Sucesso gravaram no LP Big Bang, de 1989: "Não penso mais no futuro/ É tudo imprevisível/ Posso morrer de vergonha/ Mas eu ainda estou vivo/ Segunda-feira, terça-feira, quarta-feira/ Quinta-feira, sexta-feira, Sábado de Aleluia/ Eu vou lutar, eu vou lutar/ Eu sou Maguila, não sou Tyson."

Por que uma das festas mais importantes do Cristianismo teria inspirado tão pouco nossos compositores? Creio que isso aconteceu porque na década de 1930, quando se compunham as obras que deram início aos ciclos natalino e junino, no período de Quaresma se observava rigorosamente o recolhimento sugerido pela Igreja Católica. A partir do meio-dia da Quinta-Feira de Endoenças, as rádios substituíam a programação musical habitual por música erudita e os cinemas passavam filmes sobre a vida de Cristo.

(Mistura e Manda nº 94, 28/3/2005)

Nenhum comentário:

Postar um comentário