segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Opinião Cinema: Os Caras de Pau em O Misterioso Roubo do Anel

Por Bianca Oliveira,
de Macapá





Como as três temporadas de Os Caras de Pau (2010-2013) fizeram um grande sucesso no “plim-plim”, a Rede Globo resolveu escalar a dupla para um longa da Globo Filmes. Se deu certo? Não, o filme prometeu muito mas não cumpriu. No trailer, se prometia humor, ação e romance, mas a verdade é que só se repetiu o que o público já conhecia. E a história nem foi lá aquelas coisas...

A dupla Pedrão (Marcius Melhem) e Jorginho (Leandro Hassum) é contratada para cuidar de um valioso anel que fica guardado em um museu. Pouco depois de assumirem o trabalho, eles são atacados por ninjas, que não conseguem roubar o anel. Na verdade, Jorginho o engole acidentalmente, e ninguém percebe, mas é o suficiente para os protagonistas serem acusados pelo roubo. Os dois vão para a cadeia, fogem, param na casa da dona do anel - Gracinha Medeiros (Christine Fernandes) - e aprontam as suas já conhecidas “travessuras”. A partir daí a dupla tenta provar sua inocência, com a ajuda de Gracinha, que acredita em Pedrão e Jorginho. Só que, além dos ninjas, eles passam a ser  perseguidos por uma gangue de mafiosos portugueses (o que foi usado para fazer algumas piadas clichês e por sinal bastante forçadas).




O roteiro, assinado por Celso Taddei, Chico Soares, Mauro Wilson e o próprio Melhem, é fraco, a história surrada, mas há sim momentos engraçados e sacadas espertas até - um exemplo: a cena em que Pedrão e Gracinha dançam no quarto enquanto Jorginho é atacado por Adão (o cachorrinho da madame). Só que as piadas são repetidas à exaustão, até mais do que acontecia na TV - algumas situações mais "bobas" até poderiam divertir crianças, mas este não é o público-alvo do filme (lançado com recomendação para maiores de 10 anos). Enfim, todos esses profissionais envolvidos poderiam ter inovado e acrescentado algo, e não se limitar a levar para o cinema o que os fãs já haviam visto na televisão. Se a intenção foi “renovar” o humor brasileiro, o objetivo não foi alcançado, aliás em minha opinião a história foi foi decepcionante. Quem sabe na próxima eles consigam né?!...


Nenhum comentário:

Postar um comentário